Gondomar: Candidatura da Filigrana a Património Cultural Imaterial

by Alvaro Carrilho
Foto: Direitos Reservados

Para que tal seja possível a Câmara Municipal de Gondomar apela ao contributo de todos aqueles que estão ou possam ter estado em contacto com o trabalho do ouro, diretamente ou através de familiares. Serão essenciais os seguintes elementos:

  • FOTOGRAFIAS individuais, de ourives e de enchedeiras; de ourives em grupo familiar ou de trabalho, assim como em/das oficinas;
  • UTENSÍLIOS relacionados com a atividade, principalmente os antigos e já fora de uso;
  • PEÇAS de filigrana produzidas em oficinas de Gondomar para que possam ser fotografadas: caravelas, barcos rabelos, flores, caixas, corações, palmitos, relicários ou quaisquer outras com aplicação ou integração de filigrana;
  • DESENHOS e livros de “Defumos” e moldes destinados à reprodução de peças;
  • Elementos de DIVULGAÇÃO relacionados com a história das oficinas, como por exemplo anúncios publicitários, cartões, livros de faturas, etc.
  • MARCAS de ourives e respetivos registos.

As fotografias deverão ser acompanhadas com o nome(s) do(s) retratado(s) e a data aproximada da(s) mesma(s). Todos estes elementos serão digitalizados e/ou fotografados e devolvidos aos seus proprietários.

Estes materiais poderão ser entregues no Gabinete do Turismo – Gondomar GoldPark – ou recolhidos em casa dos próprios se assim o solicitarem, até ao dia 30 de novembro de 2018. Será fornecida, no ato da entrega, uma declaração com o registo de todos os materiais emprestados, indicando-se a data para o seu levantamento, que não deverá exceder os dez dias úteis.

Para esclarecimento de dúvidas ou pedido de visita a casas particulares ou oficinas disponibiliza-se os seguintes contactos:

  • turismo@cm.gondomar.pt
  • 224 660 500
  • 932 006 341

Outros temas de interesse

Portugal Notícias utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Tem a opção de recusar ou aceitar. Aceito Mais informações

Privacidade & Política de Cookies